Fusões, aquisições e reestruturações de empresas - Vol. 1

Domingos Ferreira

 

1ª Edição

Formato 18 x 24,5 cm

ISBN: 972-618-281-6

EAN: 9789726182811

Depósito legal: 180447/02

360 páginas

Ano de publicação: 2002

 

P.V.P.: 29,28 euros          

 

Os gestores responsáveis por decisões superiores conhecem bem a importância das aquisições, fusões e reestruturações de empresas ou de partes delas. A pesquisa empírica demonstra nos seus testes que, pelo menos metade das aquisições e fusões, se transformaram em insucessos, enquanto a outra metade criou valor, elevou a dimensão e conduziu a acréscimos importantes nos resultados e na riqueza das empresas envolvidas. Os maiores fracassos situam-se nas combinações verticais e os sucessos nas horizontais. As combinações concêntricas estão a assumir um papel de relevo e continuarão no futuro, em especial, entre a banca e as telecomunicações, dado que ambos os sectores se encontram numa fase crítica da sua vida. As sinergias constituem o sal e a vida destas decisões sendo comum a procura da desigualdade, 2 + 2 = 5.

Por outro lado, as reestruturações como ajustamentos ou reformulações nas estruturas das empresas, quando se constituem em cisões ou separações (demergers ou break-ups), também apresentam uma sinergia específica, 4 – 1 = 5.

 

ÍNDICE

Introdução / Capítulo 1 - A criação de valor e a evolução das empresas: As aquisições, fusões, alianças e reestruturações e a criação de valor / Decisões para criação de valor / A evolução das organizações / Reestruturações: Reestruturações voluntárias e forçadas; Dimensões das reestruturações / Evolução da GE - General Electric sob a liderança de Jack Welch através de aquisições e reestruturações / Referências Bibliográficas / Capítulo 2 - O enquadramento organizacional e a competitividade. Estruturas organizacionais, estilos de gestão e culturas: Introdução ao enquadramento organizacional / Tipos de estruturas organizacionais / Os novos modelos organizacionais e as organizações em rede (network organisations) e virtuais. As e-org. ou o modelo para e-business / As organizações para e-business ou as e-org / Para além do desenho da estrutura organizacional / As relações entre os órgãos de topo, os intermédios e os inferiores e a criação de valor / Estilos de gestão e culturas: Culturas das empresas; Culturas dos países / Referências Bibliográficas / Capítulo 3 - Principais decisões estratégicas: Introdução às principais decisões estratégicas: Acréscimo de poder em relação aos produtos e mercados existentes; Inovação e desenvolvimento de produtos ou serviços; Expansão geográfica e desenvolvimento de novos mercados; Diversificação / Métodos de desenvolvimento: Desenvolvimento orgânico ou interno; Fusões e aquisições; Principais implicações do binómio aquisições / crescimento orgânico; Qual o melhor método para suportar o crescimento?; Alguns desenvolvimentos sobre fusões e aquisições; Algumas das principais razões para as decisões de fusões e aquisições no mundo real / Decisões intermédias e cooperação através de acordos e alianças: Alianças e acordos entre empresas; Caso: P&O Stena Line - a guerra no Canal da Mancha (Outubro 1996); Franchising ou acordos de franquia; Licenciamentos; Agrupamentos ou acordos de oportunidade, de informação e de comunicação / Referências Bibliográficas / Capítulo 4 - Fusões e aquisições: Introdução aos principais tipos de decisões de fusões e de aquisições / Combinações sob a forma de fusões e aquisições / Estratégias que conduzem a fusões e aquisições relacionadas e não relacionadas e o seu desempenho económico e financeiro / Modos de financiamento e liquidação de aquisição e os prémios correspondentes: A utilização de dinheiro na aquisição; A utilização de acções para pagamento da aquisição; O prémio nas aquisições / Algumas particularidades sobre as fusões e aquisições entre empresas com actividades não relacionadas / As fusões e aquisições e os efeitos nos accionistas e nos obrigacionistas / Tipos de combinações de empresas / Aquisições e fusões horizontais: Criação de valor esperada nas concentrações horizontais: Os tipos de ganhos esperados nas concentrações horizontais e as características das actividades; Assimetrias entre as empresas concentradas; Assimilação versus integração e as assimetrias; Transferência de competências entre as empresas horizontalmente concentradas; Fusões e aquisições horizontais entre empresas situadas no mesmo mercado, mas com diferentes versões de produtos / Aquisições e fusões verticais: Vantagens e desvantagens da integração vertical; Razões injustificadas ou falsas para integrar / Conglomerados ou agregação (conglomerate mergers): Tipos de conglomerados / As fusões e aquisições concêntricas: Banca e seguros - bancassurance; Banca e telecomunicações... fusões concêntricas a caminho / As fusões e aquisições e as tendências no interior das indústrias / Referências Bibliográficas / Capítulo 5 - Os ciclos de fusões e aquisições: Introdução à problemática da existência dos ciclos / 1º Ciclo: Fusões horizontais com fins monopolistas / 2º Ciclo: Fusões horizontais e verticais / 3º Ciclo: A era dos conglomerados - o período go go years / O período intercalar dos anos 70 / 4º Ciclo: Era turbulenta das reestruturações, dos takeovers de tipo hostil, dos LBO e dos junk bonds - de 1984 a 1989: As tácticas agressivas de aquisição e os meios de financiamento; Decisões para tomar o controlo da empresa; Financiamento das aquisições com recurso muito elevado a capitais alheios (leveraged buy-outs); Características das empresas-alvo para aquisição; Os junk bonds e as estratégias agressivas de financiamento / 5º Ciclo: Fusões e aquisições transnacionais e transcontinentais e os seus efeitos na globalização / Referências Bibliográficas / Capítulo 6 - Reestruturações. Desinvestimentos, cisões, vendas, liquidações, transformações e desagregações: Introdução: Porquê reestruturar? Porquê reformular, desagregar, desinvestir ou vender?; Principais desenvolvimentos e casos mais característicos / As ofertas públicas de venda de capital: As ofertas públicas de venda iniciais e posteriores e as reestruturações do capital das empresas; Reestruturações nas estruturas organizacionais: empresas-mãe e subsidiárias / Tracking stocks - acções de acompanhamento de subsidiárias ou de unidades de um grupo / Swaps: Asset swaps - troca de activos; Business swaps - troca de negócios ou de divisões; Swap management control / Aquisições de empresas com níveis de financiamento elevados - Buy-Outs: MBO, MBI, MEBO/EBO, BIMBO, BINGO, IBO e outros: Características e tipos de operações buy-out; Empresas com maior potencialidade de operações MBO; Alguns aspectos a ter em conta após o contrato buy-out; A função da actividade capital de risco ou de capital de investimento nas operações buy-out; Estruturação das operações buy-out; A função dos ESOP / O caso especial dos reverse LBO - leveraged buyouts / Análise do valor e do interesse de uma operação MBO - management buy-out / Referências Bibliográficas / Capítulo 7 - Sinergias, virtudes e pecados das fusões e aquisições: Introdução ao tema da sinergia. Evolução nos últimos 40 anos / Os tipos de sinergia: As sinergias e os recursos. Sinergias de crescimento, de conluio, operacionais, financeiras e de administração. As sinergias e os tipos de combinações; Os trabalhos de Igor Ansoff (1965); As sinergias por fases: inicial e operacional; Uma visão mais restrita da sinergia - os activos intangíveis / As sinergias e as vantagens competitivas: A utilização comum de recursos únicos ou críticos; Potencialidade para utilizações múltiplas dos recursos, capacidades e tecnologias; Custos da realização de sinergias / A importância dos processos de due diligence: Due diligence financeira; Due diligence legal; Due diligence estratégica, comercial e de mercado / O processo estratégico das fusões e aquisições / A visão da empresa e o futuro através de fusões e aquisições / Sucesso ou insucesso das fusões e aquisições. Pecados e virtudes destas decisões: Selecção cuidadosa das empresas a adquirir ou a combinar versus a avaliação não adequada das empresas-alvo ou aquisição fortuita ou oportunista; Combinações do tipo amigável ou hostil; Complementaridade de activos, recursos e competências ou mera diversidade; Concentração nos negócios principais das empresas ou diversificação; Experiência anterior em situações de mudança: aquisições, fusões, alianças, reestruturações, downsizing, outsourcing ou outras; Mudanças nos gestores e nas estruturas organizacionais; Aquisições múltiplas ou em cascata, sem tempo suficiente para a consolidação ou integração; Recursos financeiros suficientes ou insuficientes; Níveis de endividamento baixos e moderados ou elevados e extraordinários; Reforço ou redução da investigação e do desenvolvimento; Importância de uma forte liderança para integração das aquisições / O prémio e as sinergias. Será o prémio pago um pecado mortal? / Referências Bibliográficas.

 

|  Voltar à página anterior  |  Voltar ao ínicio da página  |