CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO
– Modelos e Agentes do Processo

Francisco Diniz

 

2ª Edição

Formato 17 x 24 cm

ISBN: 978-972-618-577-2

EAN: 9789726185772

Depósito legal: 307911/10

416 páginas

Ano de publicação: 2010

 

P.V.P.: 23,12 euros          

 

A globalização colocou na ordem do dia a discussão acerca dos papéis que os diferentes agentes do processo de crescimento e desenvolvimento económico – Estado, produtores e consumidores – devem assumir no contexto que se desenha.

Compreender a natureza do crescimento económico é fundamental para se elaborarem estratégias de desenvolvimento mais eficazes; contudo, para se construírem modelos de crescimento económico que incluam todas as variáveis relevantes, é necessário perceber o processo de desenvolvimento económico, social e político em todas as suas dimensões, tanto ao nível macro, como local e saber em que direcção se quer caminhar. Como ponto de partida para abordar esta equação, é necessário responder a um conjunto de questões que põem em causa muitos das actuais «certezas» relativas ao crescimento económico. Quem ganha e quem perde (territórios, classes e categorias sociais, tipos e dimensões de organizações)? Quais os mecanismos que determinam a actual distribuição do rendimento? Por que é que as populações dos países com mais elevadas taxas de crescimento não gozam, necessariamente, de um nível de desenvolvimento humano correspondente? Qual a forma de governo e de governância que mais contribuirá para o crescimento económico e para o desenvolvimento? Qual a combinação de actores e agentes mais apropriada para assegurar o crescimento económico? Qual a aliança de forças sociais mais indicada para efectuar uma distribuição mais equitativa dos ganhos e perdas do crescimento económico? Como dar voz aos cidadãos e às organizações locais em todo este processo? Como tirar partido das contribuições das organizações sem fins lucrativos? Como influenciar o pensamento e as práticas das instituições supranacionais e organizações internacionais vocacionadas para a intervenção nos processos de crescimento e desenvolvimento?

Esta obra, não respondendo directamente a todas estas questões, fornece um quadro referencial de apoio e discute as distintas práticas de desenvolvimento económico inspiradas por diferentes modelos de crescimento, evidenciando o papel das instituições e dos actores no processo. Texto introdutório para estudantes de licenciaturas em ciências económicas e relações internacionais, servirá também como ponto de partida para todos aqueles que queiram reflectir e ter uma opinião esclarecida sobre os grandes desafios do pensamento económico e político com que a humanidade se confrontou e, de modo premente, neste início de século se confronta.

 

ÍNDICE

AGRADECIMENTOS / PREFÁCIO / PREÂMBULO / PARTE 1 – INTRODUÇÃO AO CRESCIMENTO/DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO: CAPÍTULO 1 – INTRODUÇÃO AO CRESCIMENTO/DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO: A importância do processo de crescimento/desenvolvimento económico. O conceito de desenvolvimento económico versus crescimento económico. Os conceitos de desenvolvimento, crescimento, progresso e mudança. As medidas do processo de crescimento/desenvolvimento económico / PARTE 2 – MODELOS DE CRESCIMENTO ECONÓMICO – DE ADAM SMITH A ROBERT SOLOW / CAPÍTULO 2 – MODELOS DE CRESCIMENTO ECONÓMICO – DE ADAM SMITH A ROBERT SOLOW: Introdução. O modelo de crescimento económico de Adam Smith. O modelo de Thomas Malthus e o fim da visão optimista do crescimento económico. Schumpeter e o seu modelo de inovação. O modelo de Harrod-Domar: O modelo formal. O modelo neoclássico de crescimento de Solow: O modelo básico de Solow; A função de produção; A função de consumo; O stock de capital; O equilíbrio de crescimento de Solow; A propensão a poupar o estado estacionário; A função de produção de Cobb-Douglas; Quotas de factor constantes; A quota de capital e a forma de curva da função de produção; O nível óptimo de poupança e de investimento. O crescimento da população e o modelo de Solow. O progresso tecnológico e o modelo de Solow. O modelo de Solow e o debate acerca da convergência. O modelo Ak de Rebelo como um caso especial do modelo de Solow. De Smith a Solow: algumas conclusões. De que forma o modelo de Solow explica o processo de crescimento económico?: O teste de barro para a convergência condicional; O teste do modelo de Solow de Mankiw, Romer e Weil; A análise de sensibilidade de Leamer – os testes de Levine a Renelt e de Sala-I-Martin; A medição do progresso tecnológico. O progresso tecnológico: Introdução; Tecnologia e progresso tecnológico; As características do progresso tecnológico; O progresso tecnológico como uma externalidade relativamente ao investimento; Aprender – fazendo; Tecnologia e economias em desenvolvimento / PARTE 3 – EXTENSÕES DOS MODELOS DE CRESCIMENTO/DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO / CAPÍTULO 3 – EXTENSÕES DOS MODELOS DE CRESCIMENTO/DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO:Introdução. As duas visões opostas acerca do crescimento da população. Breve história da evolução da população mundial. As componentes do crescimento da população. Novos modelos explicativos de um comportamento complexo do crescimento da população. Os efeitos a médio prazo das alterações no crescimento da população. A importância das migrações no crescimento da população / CAPÍTULO 4 – POUPANÇA E MERCADOS FINANCEIROS E DESENVOLVIMENTO/CRESCIMENTO ECONÓMICO: Introdução. Observação do comportamento da poupança. Um modelo simples com dois períodos de poupança endógena. O modelo de Cass – Koopmans – Ramsey. A verdade sobre a poupança. O papel do sector financeiro. Falhas do mercado do sector financeiro. O sector financeiro e o crescimento/desenvolvimento económico / CAPÍTULO 5 – ABERTURA AO EXTERIOR E CRESCIMENTO/DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO: Introdução. A evidência empírica acerca do comércio internacional e do processo de crescimento/desenvolvimento económico. O comércio internacional e o modelo de Solow. Crescimento endógeno e comércio internacional. Comércio internacional e transferência de tecnologia. Os efeitos sectoriais do comércio internacional. O proteccionismo em países desenvolvidos. O investimento estrangeiro e a tecnologia. O papel da ajuda internacional / PARTE 4 – CAPITAL HUMANO, INSTITUIÇÕES E CRESCIMENTO/DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO / CAPÍTULO 6 – EDUCAÇÃO, CAPITAL HUMANO E DESENVOLVIMENTO/CRESCIMENTO ECONÓMICO: Introdução. O estado da educação no mundo. Os custos e benefícios da educação. Evidência empírica da relação entre a educação e o nível crescimento/desenvolvimento económico. A medida do capital humano. A educação no modelo de crescimento de Solow. O estado como fornecedor de educação / CAPÍTULO 7 – INSTITUIÇÕES, ESTADO E CRESCIMENTO/DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO: Introdução. Comportamento racional e resultados económicos. A promoção das actividades produtivas por parte das instituições e o crescimento/desenvolvimento económico. Instituições e custos de transacção. De que forma as instituições afectam o processo de crescimento/desenvolvimento económico. Estudos empíricos acerca do binómio crescimento/desenvolvimento económico e instituições. As instituições e os direitos de propriedade. Direitos de propriedade intelectual e tecnologia. Instituições de estatais e crescimento/desenvolvimento económico: O papel do estado; As falhas do estado; O sector informal / PARTE 5 – CONTROVÉRSIAS E DESAFIOS: CAPÍTULO 8 – CUSTOS E LIMITES DO PROCESSO DE CRESCIMENTO/DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO: Introdução. Luddistas e malthusianos. Crescimento/desenvolvimento económico e mudanças estruturais. A distribuição do rendimento e o processo de crescimento/desenvolvimento económico. Há limites para o crescimento/desenvolvimento económico?. O futuro do processo de crescimento/desenvolvimento económico. Algumas explicações para o acelerar do processo de crescimento/desenvolvimento económico / GLOSSÁRIO / LISTA DE FIGURAS / LISTA DE QUADROS / LISTA DE ABREVIATURAS / BIBLIOGRAFIA.

 

|  Voltar à página anterior  |  Voltar ao ínicio da página  |