Psicologia Social da Saúde – Investigação e Intervenção em Portugal – Volume 2

Vários

 

1ª Edição

Formato 17 x 24 cm

ISBN: 978-972-618-868-1

EAN: 9789726188681

Depósito legal: 376098/14

128 páginas

Ano de publicação: 2017

 

P.V.P.: 13,00 euros          

 

Quando pensamos num momento inesquecível da nossa vida, normalmente não estávamos sozinhos. Quando pensamos nos piores momentos que já vivemos, eles estão sempre ligados a outras pessoas. E depois desses momentos importantes, bons ou maus, temos uma enorme vontade de partilhar com alguém o que sentimos. Com os nossos amigos, com as pessoas que nos são próximas. Os outros fazem, assim, parte da nossa vida e os laços que criamos com eles marcam-nos e fazem de nós quem nós somos.

Esta ligação com os outros é tão importante que tem impacto na saúde. A investigação tem mostrado que viver em relações conflituosas ou em solidão faz mal à saúde, assim como viver rodeado de afetos positivos promove a longevidade e o bem-estar.

A Organização Mundial de Saúde há muito que reconhece a importância dos determinantes sociais da saúde. Reconhece que a boa integração em redes sociais de apoio, o facto de ter amigos e de desfrutar de boas relações sociais promove a saúde. E reconhece também que a existência de coesão na sociedade em geral, viver em sociedades igualitárias e menos violentas também está ligada à saúde.

Apesar de estar cada vez mais documentada a ligação entre as relações sociais e a saúde, a formação de técnicos de saúde não tem, habitualmente, uma forte componente social. O Mestrado em Psicologia Social da Saúde do ISCTE forma profissionais aptos a intervir ao nível das relações sociais, quer ao nível interpessoal quer grupal. Este livro continua o primeiro volume desta coleção publicado em 2014 e apresenta investigação empírica recolhida por alunos deste mestrado nas suas teses que ilustram claramente a ligação entre os fenómenos sociais e a saúde.

 

 

|  Voltar à página anterior  |  Voltar ao ínicio da página  |